Argentina exportará laranjas para a Coreia do Sul
Argentina exportará laranjas para a Coreia do Sul

O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (SENASA), juntamente com a Agência de Quarentena Animal e Vegetal (QIA), finalizaram em agosto a fiscalização de certificação fitossanitária da Argentina, liberando um aval para que o país sul-americano possa enviar laranjas frescas para a Coreia do Sul durante a temporada de safra 2017/18.

Um dos principais objetivos do trabalho realizado pela Senasa e a agência QIA, é a cooperação na inspeção fitossanitária e o tratamento de quarentena das frutas. O SENASA é responsável por prevenir qualquer tipo de doença ditada pelo serviço fitossanitário sul-coreano, além de garantir que os embarques cumpram medidas de rastreabilidade desde o campo até sua exportação, entre outras coisas.

Segundo o chefe do departamento de Certificação Fitossanitária, “é importante ter a análise do inspetor no sistema de certificação para ajustar os pontos de controle que precisam ser fortalecidos. Em termos gerais, o inspetor elogiou o profissionalismo da Senasa na execução dos controles acordados com a Coréia”.

Vale ressaltar que só em 2017, a Argentina produziu cerca de 78.971 toneladas de laranja, e as exportações deste fruto foram superadas apenas pelas exportações de limão e pera. Os principais destinos foram o Paraguai, Espanha e a Holanda. A produção das frutas cítricas está concentrada nas províncias de Entre Rios, Corrientes e Jujuy na Argentina.

Fonte: www.citrusbr.com


13 de dezembro de 2018 , às 08:52