Argentina inicia exportação de limão para a China
Argentina inicia exportação de limão para a China
Informativos > Economia

10 de agosto de 2020 , às 10:36

A abertura do mercado chinês para os limões da Argentina deu um novo ânimo a produção dos Hermanos. A expectativa é que nesse ano o país exporte um total de 130 toneladas de limões para a China. O primeiro embarque, com 24 toneladas, saiu de Buenos Aires no último dia 30 de junho. De acordo com o presidente da Federação Argentina de Citrinos (Federacitrus), José Carbonell, a abertura do mercado mostra a consolidação da relações internacionais da agricultura do país. “a abertura de mercados requer um longo processo em que medidas fitossanitárias são discutidas para estabelecer protocolos de exportação”, avalia.

De acordo com Carbonell, a expectativa é de as exportações para China cresçam em um ritmo forte, a exemplo do que aconteceu com os Estados Unidos. No primeiro ano após abrir o mercado americano, em 2018, a Argentina exportou 11 mil toneladas de limões. No ano seguinte, as vendas dobraram para 22 mil toneladas. “Temos expectativas semelhantes com a China porque o consumo de limão está aumentando lá ", enfatizou o chefe da Federcitrus, que acredita que a chegada ao mercado chinês possa ajudar o limão argentino a alcançar outros mercados. “O protocolo com a China pode ser útil para abrir a Coréia do Sul, outro mercado com alto poder de compra e uma população de 50 milhões de pessoas”, diz.

Fonte: CitrusBR.com